Every Teardrop is a Waterfall – Coldplay

Galera, na fase Coldplay que estou, não podia dar em outra coisa. Ainda mais depois de ir ao Rock in Rio e assistir os caras ao vivo. Foi simplesmente demais! Sem contar no tanto que eu chorei o show inteiro… hahahaha.

Mas não tem como não se emocionar, vai:

Tenho que confessar que sempre tenho uma certa resistência às coisas novas de artistas com um pouco mais de estrada, mas o Coldplay tem me surpreendido. Sim, eu gostei (e muito) do single novo deles, esse que tá tocando bastante por aí, o “Every Teardrop is a Waterfall”. Li algumas coisas sobre letra da música, mas me limito a deixar que vocês tirem suas próprias conclusões sobre o que ela quer dizer e que, claro, compartilhem aqui.
Aprendi coisas bem interessantes ao traduzir essa letra. Talvez a mais legal tenha sido a expressão “to be in the black”. Nada tão ruim como ficar com o “olho preto” do outro post… hahaha. Brincadeiras a parte, é de se pensar realmente que seja algo ruim, pelo fato de que a cor preta normalmente se refere a coisas ruins ou tristes. Mas enganam-se todos que pensam isso dessa coitada. Segue definição do Longman Dictionary– já disse que esse dicionário é o meu favorito ever? – :  be in the black: to have money in your bank account [≠ be in the red]. Em português, isso significa “ter dinheiro na conta bancária”, o contrário da expressão “be in the red”, que traduzo aqui como “estar no vermelho”. Poxa, eu quero preto na minha conta pra sempre! rsrsrs!
Um tanto surpreendente, não? Na letra traduzida, essa “be in the black” virou “estar bem de vida”, até porque na pior não dava mesmo pra ser! Mas infelizmente não consegui colocar as duas expressões como eu queria e, para manter a rima (priorizei isso dessa vez), resolvi trocar um pouco mas acredito que ideia tenha ficado minimamente parecida.
Bom, deixo aí embaixo a tradução e espero os comentários e, assim que tiver pelo menos uns 5 falando o que acham que a música quer dizer, falo sobre a minha opinião a rerspeito. Combinado?
Enjoy it!

Eu aumento o som, coloco meus CDs

Fecho a porta pro mundo lá fora até a luz se acender

Talvez as ruas estejam em chamas, e as árvores estejam sumidas

Sinto meu coração palpitar ao som da minha música preferida

A garotada toda dança, toda a garotada a noite toda

Até que a manhã de segunda pareça outra coisa

Eu aumento o som

Agora tá tudo certo na vida

E tenho o Paraíso à vista

Eu aumento o som, coloco meus CDs

Debaixo dos escombros, canto uma música rebelde pra valer

Não quero presenciar mais uma geração desistir

Prefiro ser a pausa de uma vírgula a ser um ponto final, o fim

Talvez eu esteja bem de vida, Talvez eu seja um mendigo

Talvez eu esteja embaixo do trapézio de um circo

Mas meu coração palpita e meus pulsos constroem

E catedrais do meu peito saem

Quando vimos aquela luz, posso jurar que você surgiu a brilhar

Me dizendo que tudo vai melhorar

Quando pulamos os muros, todas as sirenes viram uma sinfonia

E todas as lágrimas viram uma cachoeira

Viram uma cachoeira

Então pode me machucar pra valer

Mas eu ainda vou vencer

Viraram uma cachoeira

Uma cachoeira

Todas as lágrimas

Todas as lágrimas

Todas as lágrimas viram uma cachoeira

Anúncios